Blog

Veja as funções do Google Planilhas em seu idioma preferido

Localized Functions.png

A partir de hoje, qualquer usuário cujo idioma preferencial estiver definido para Inglês ou um dos 21 idiomas suportados, incluindo português, verá funções em planilhas na web ou dispositivos móveis em seu idioma preferido. (Por favor, note que algumas funções específicas continuarão a aparecer apenas em Inglês, mesmo se o idioma preferencial do usuário for suportado.)

Seguindo este lançamento, os novos usuários verão suas funções em seu idioma de preferência, se esse idioma é suportado. Qualquer usuário do Google Planilhas existente cujo idioma preferido é suportado, será dada uma opção na web para manter suas funções em Inglês ou para mostrá-los em seu idioma preferido. Se escolher a segunda opção, eles podem voltar para o Inglês, a qualquer momento, selecionando “Sempre usar Inglês” no nome de função em Configurações de planilha no menu Arquivo.

Localized Functions 2.png

Fonte: http://googleappsupdates.blogspot.com.br/2015/12/view-functions-in-google-sheets-in-your_14.html

Sem WhatsApp? Use Hangouts, é de graça!

(Fonte da imagem: Divulgação/Google)

 

O Google Hangouts evolui constantemente e serve para bater papo, criar conversas em grupos, enviar imagens, ligações telefônicas, fazer videoconferências e até enviar SMS. O programa é uma boa opção para quem tem muitos contatos na rede.

O WhatsApp é o app mais popular para a troca de mensagens instantâneas, mas isso não quer dizer que ele é o melhor ou mais apropriado para todos os usuários.

Em tempos em que as operadoras querem barrar o WhatsApp alegando que se trata de um produto “pirata”, não custa conhecer alternativas e garantir a comunicação com os amigos e familiares.

Baixe agora: https://www.google.com.br/hangouts/ (Disponível para Android, iOS)

Acesse pela web: https://hangouts.google.com/

Salesforce detalha estratégia de sua operação no Brasil

salesforce_brasil_it4cloud

Alinhada ao objetivo da SalesForce no Brasil a It4Cloud continua com investimento nesta tecnologia e projetos diferenciados para pequenas e médias empresas no país.

A Salesforce.com avançou a uma velocidade impressionante no mercado brasileiro. Desde que começou um processo mais intenso de expansão internacional, o Brasil ocupa posição de destaque nos investimentos da companhia. Em menos de três anos, a provedora de tecnologias de relacionamento em nuvem passou de um punhado de funcionários para uma operação com mais de 150 pessoas no País.

A base de clientes locais seguiu o mesmo ritmo e também evoluiu de maneira exponencial. Atualmente, são mais de 2,4 mil empresas (sendo que algumas delas rodam milhares de licenças) utilizando as soluções em cloud da companhia em território nacional.

Para Renato Morsch, líder de vendas corporativas da fabricante para a América Latina, o desafio para o futuro é manter o negócio em expansão sem deixar que o sucesso vivenciado até agora tire o gás que tem ajudado a provedora em sua arrancada.

O fato é que não há como não se animar. A Salesforce.com enxerga nada menos que 30 mil potenciais clientes no Brasil. O número pode ser muito maior. O executivo cita, de cabeça, alguns dados do IBGE que indicam que existe algo como 5 milhões de empresas no país. Dessas, algo como 168 mil possuem mais do que cinco funcionários. “Só aí você já vê o tamanho das possibilidades”, comenta.

A estratégia da provedora para avançar no mercado brasileiro contempla uma abordagem muito comum aos fornecedores de soluções em cloud: entrar nas contas com pequenos projetos, oferecer tecnologia de adoção fácil a um custo acessível e provar o valor de um investimento muito rapidamente.

“As pequenas vitórias trazem a visibilidade para expansão dos projetos”, sintetiza Morsch para acrescentar: “Não temos o discurso de chegar no presidente dizendo para vender uma solução que tenta resolver todos os problemas daquela empresa”.  E nos últimos dois anos, a Salesforce.com verificou várias dessas “pequenas vitórias” citadas pelo executivo junto a sua base local de clientes.

A ideia é que isso gere massa crítica e referências que impulsionarão novos projetos. “Fizemos uma primeira colheita, que tende a gerar novas sementes”, compara o executivo, prevendo uma aceleração não linear dos negócios.

Apesar de toda possibilidade de crescimento, o vice-presidente afirma não ver necessidade de construir ou montar uma infraestrutura de data center em solo nacional. Na sua visão, o desafio que pode limitar a expansão toca questões como a formação de mão de obra para dar vasão aos projetos. De olho nisso, a fornecedora colocará em prática um plano de formação de consultores o quanto antes no país.

Por indústria

A meta para 2016 é continuar um trabalho de verticalização iniciado há alguns meses. Se até o momento, os vendedores locais atuavam de olho em clientes nos segmentos de seguradoras/finanças, manufatura e telecom; agora passarão a investir com mais intensidade em setores emergentes de saúde, educação e agronegócio.

Incertezas macroeconômicas, aparentemente, não abalam as projeções da companhia. “O momento no país ainda é meio nebuloso, mas creio que pouco influencia negativamente os nossos negócios”, diz o vice-presidente, que prevê que as coisas devem se manter intensas para a provedora no futuro breve.

Publicado em: http://computerworld.com.br/salesforce-detalha-estrategia-no-brasil

Novo plugin permite salvar documentos do Office no Google Drive

plugin-google-drive

 

A Google lançou na última terça-feira (21) um novo plugin que permite salvar documentos criados no Office diretamente na plataforma Google Drive. Assim, você não precisa abandonar a suíte de aplicativos da Microsoft quando está trabalhando no desktop e ainda obtém uma nova alternativa para compartilhar seu trabalho através da nuvem.

Conhecida simplesmente como “Plug-in do Google Drive para o Microsoft Office”, a solução gratuita permite abrir qualquer documento compatível com o Excel, Word ou Power Point armazenado no Drive. Todas as mudanças realizadas são armazenadas automaticamente no serviço da Google assim que você termina de fazer as edições desejadas.

A novidade apresenta suporte para as versões 2007, 2010 e 2013 do Office, além do Office 365 caso você tenha baixado o software e feito sua instalação no computador. Atualmente, o plugin só conta com versões para o Windows e ainda não há previsão de um lançamento em outras plataformas.

 

Publicado em: http://www.tecmundo.com.br/google-drive/83587-novo-plugin-permite-salvar-documentos-office-google-drive.htm

Google Hangouts ganha site próprio para conversas e ligações

site_google_hangouts

O Hangouts está crescendo. O Google lançou recentemente um site dedicado do Hangouts que oferece tudo que você espera do serviço de mensagens no computador.

Pela página, é possível trocar mensagens instantâneas, criar grupos de conversas, assim como realizar chamadas de voz e vídeo.

O novo site também se junta à uma tendência popular de serviços conhecidos de mensagens que oferecem apps na web, como o Facebook Messenger e o WhatsApp.

No geral, o novo site do Hangouts é bem interessante. Traz belas imagens de fundo que mudam a cada cinco minutos ou algo do tipo. No canto esquerdo da tela, você tem um painel de navegação para mudar entre as conversas, uma lista de contatos telefônicos, e seus contatos do chat.

A parte principal da tela possui três botões grandes para iniciar um Hangout em vídeo, uma ligação de voz ou mensagem de texto, no estilo do Google+. Além disso, há os links de sempre para a sua conta Google e outros serviços da empresa no canto superior direito.

Publicado em: http://idgnow.com.br/internet/2015/08/18/google-hangouts-ganha-site-proprio-para-conversas-e-ligacoes/

Google, Microsoft e Apple vão deixar navegadores 20 vezes mais rápidos

Quando Google, Microsoft e Apple se juntam, certamente, é para algo grande. O mais novo projeto que traz a participação das três gigantes é o WebAssembly, nova abordagem para códigos binários na Internet. A intenção é melhorar a performance de navegadores no carregamento de páginas na rede em até 20 vezes. As empresas farão um esforço conjunto de unificação de códigos e novas tecnologias.

navegadores-apps-for-work-Google

Atualmente, o padrão é que os browsers usem JavaScript para interpretar seus códigos e permitir que os sites tenham certas funcionalidades, como formas e conteúdo dinâmico. O problema é que os códigos são, basicamente, arquivos de texto baixados de um servidor e compilados pela engine do browser, ou seja, um processo que pode demorar.

Algumas mudanças para otimizar o tempo de carregamento destas informações já vêm sendo feitas. Novos tipos de dados foram adicionados à linguagem e combinados ao asm.js, um padrão de alta performance do JavaScript. Assim, ele consegue chegar a uma velocidade um pouco maior.

Códigos bytecode

No entanto, com o WebAssemply, que usa códigos bytecode, o desempenho fica ainda melhor. Isso porque, com o formato binário, os códigos são comprimidos ainda mais do que os arquivos de texto do JavaScript, fazendo com que os mecanismos de decodificação atuem de forma até 23 vezes mais rápida do que o atual.

O que acontece é que este carregamento é fundamental para o tempo de abertura de uma página na web. Quanto mais rápida for a interpretação dos códigos, melhor a performance de navegação, tornando-a mais eficiente para o usuário final. Termos técnicos à parte, resumindo, o que todas as empresas querem é mais velocidade na hora de abrir um site.

Esforço conjunto

O mais interessante é que todas essas empresas têm as iniciativas próprias de acelerar e de incrementar o JavaScript, como o Typescript da Microsoft, o Native Client do Google e o próprio asm.js, que pertence à Mozilla. Portanto, o WebAssembly promete reunir tudo que há de melhor entre elas.

O objetivo é usar o WebAssembly como padrão em todos os navegadores, garantindo uma performance mais eficiente no carregamento de conteúdo neles. Enquanto isso não acontece, o plano dos desenvolvedores é criar um script JS que seja convertido para o asm.js e possa ser usado em cada browser.

O projeto ainda está bem no começo e nem suas especificações ou design de alto nível foram finalizados por enquanto. Mesmo assim, as expectativas para ele são grandes. Só pelo fato de Google, Microsoft e Apple estarem trabalhando em conjunto, a chance de ele sair do papel é grande.

Publicado em: http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2015/06/google-microsoft-e-apple-vao-deixar-navegadores-20-vezes-mais-rapidos.html

Mais opções de gráficos, células e colaboração nas planilhas do Google na web

Quando se trabalha com planilhas, é importante ter números e transformá-los em uma história. A nova atualização para o Google Planilhas na web permite que as pessoas façam exatamente isso, oferecendo ainda mais formas de visualizar e analisar dados.

Gráficos personalizados, feitos mais facilmente

Os gráficos podem fazer até o maior conjuntos de dados digeríveis, assim foram efetuadas algumas melhorias para ajudar as pessoas a destacar o que é mais importante. Com este lançamento, as pessoas agora podem:

  • Usar rótulos de dados para exibir os valores exatos de barras e pontos nos gráficos.
  • Escolher diferentes formas e símbolos para pontos de dados em ambos os gráficos de linha e escala.
  • Mover e redimensionar gráficos mais facilmente.

novidades google planilhas apps for work 1

Dados, exibidos corretamente

A atualização também inclui novas ferramentas para analisar os dados da planilha. Por exemplo, as pessoas podem:

  • Ver uma prévia dos resultados de uma fórmula, incluindo quaisquer erros de fórmula, de imediato, enquanto digitam.
  • Filtrar linhas e colunas por condições, incluindo “menos de”, “superior”, “texto contém”, “pós data,” e muito mais.
  • Adicionar categorias e campos, a fim de aplicar fórmulas para tabela dinâmica.
  • Use a função GETPIVOTDATA para recuperar dados de uma tabela dinâmica.

novidades google planilhas apps for work 2

Colaborar, com confiança

Colaborar no Planilhas pode melhorar muito o produto final, mas é importante evitar fazer edições acidentais. Atualmente, as pessoas podem restringir quem pode editar uma planilha inteira ou um intervalo de células usando o recurso de proteger um intervalo ou uma página. Para reduzir o número de alterações não intencionais (por exemplo, erros de digitação) feitas por pessoas que têm permissão para editar, essa nova atualização inclui a capacidade de alertar as pessoas que tentam editar certas células. Isso irá facilitar uma maior colaboração, como os proprietários não precisarão definir permissões complicadas, a fim de permitir que os outros trabalhem no documento.

novidades google planilhas apps for work 3

Tente estes recursos atualizados do Google Planilhas na web hoje, e comece a contar histórias melhores com os dados.

Publicado em: http://googleappsupdates.blogspot.com.br/2015/06/more-options-for-charts-cells-and_15.html

Google simplifica gerenciamento de opções de segurança e privacidade

google for work - segurança

O Google anunciou nesta sexta-feira um novo recurso “Minha Conta”, que reúne em um só lugar todas as principais opções de segurança e privacidade dos usuários. Com isso, as permissões e configurações tornam-se mais facilmente visíveis e alteráveis.

— É um passo importante que o Google está dando no intuito de oferecer ao usuário mais controle sobre suas informações — explica Rodrigo Paiva, gerente de projetos do Google que integra a equipe de segurança da empresa em Mountain View. — Na página “Minha Conta”, pode-se ajustar as configurações de vários produtos e serviços, como busca, mapas, dispositivos, YouTube e anúncios. É possível também ao usuário fazer verificações imediatas de segurança e privacidade em sua conta.

A novidade já está disponível a todos os usuários Google, com a página sendo exibida no idioma preferencial configurado para cada conta. O endereço é <https://myaccount.google.com>.

As configurações de segurança incluem informações para recuperação de acesso, para o caso de haver atividades incomuns na conta ou se o usuário acidentalmente bloqueou seu próprio acesso.

Em seguida são exibidos todos os dispositivos conectados à conta do usuário e ele poderá analisar e identificar se algum desses dispositivos lhe parecer estranho, o que pode significar que está havendo acesso não autorizado à conta.

O passo seguinte é a verificação das permissões da conta, em que são analisados os aplicativos, websites conectados a ela, de modo a checar se o usuário reconhece, usa e confia em todos eles, podendo revogar acessos, caso necessário.

A próxima etapa é a configuração dos endereços de encaminhamento do Gmail, com o oferecimento de um link adicional para configurações mais detalhadas do correio eletrônico do Google.

Na verificação de privacidade, é apresentado o perfil do usuário no Google+, abrangendo configurações de comunidades, fotos e vídeos e recomendações compartilhadas. A etapa que se segue é a configuração da experiência no Google, incluindo atividade na web, nos apps, históricos de busca e exibição no YouTube, histórico de localização, informações do dispositivo e atividade de voz e áudio. E a última verificação refere-se à configuração da relevância de anúncios, com um link externo sendo oferecido.

PERGUNTAS E RESPOSTAS

Segundo Paiva, a nova forma mais simplificada de controle das contas foi fruto tanto do feedback dos usuários quanto do processo natural interno de melhoramento dos serviços.

A iniciativa terá ainda um segundo passo, também visando a esclarecer a base de usuários.

— Na segunda-feira, 1º de junho, lançaremos um portal com as perguntas e respostas mais comuns nas áreas de privacidade e segurança do Google. Isso ajudará os usuários a entender melhor essas questões — informa Paiva.

VERIFICAÇÃO EM DUAS ETAPAS

Uma das mais poderosas ferramentas de segurança do Google é a “Verificação em Duas Etapas”, em que, além da senha, o usuário precisa informar um número de seis algarismos que lhe é enviado ou via SMS (mensagem de texto no celular) ou por meio de um aplicativo específico denominado “Authenticator” que funciona em um único celular de cada vez.

A funcionalidade pode ser acessada em <https://www.google.com/landing/2step/>. Apesar de poderoso, porém, este recurso ainda está longe de se tornar comum entre os usuários.

— A maioria dos usuários Google ainda não utiliza a Verificação em Duas Etapas — reconhece Paiva.

FIM DAS NOTIFICAÇÕES VIA SMS NA AGENDA

A empresa também anunciou nesta sexta-feira via e-mail que, a partir de 27 de junho, notificações via SMS de compromissos de agenda do Google Calendar (Google Agenda) não serão mais enviadas.

“Notificações via SMS foram lançadas antes dos smartphones se tornarem disponíveis. Agora, em um mundo com smartphones e notificações, você pode vivenciar uma experiência mais rica e confiável em seu dispositivo móvel, mesmo off-line”, diz o e-mail.

Depois da data estipulada, para receber notificações em seu dispositivo, o usuário deve configurar o app de agenda ou instalar o Google Calendar para Android ou iPhone. Mas o comunicado esclarece que esta mudança específica não afetará os produtos Google Drive for Work, Google Apps for Work (edição paga), nem clientes americanos nas áreas de educação e governo.

Publicado em http://oglobo.globo.com/sociedade/tecnologia/google-simplifica-gerenciamento-de-opcoes-de-seguranca-privacidade-16301373#ixzz3bYzsKmXc

Gerenciando arquivos no Google Drive

Você já se perdeu em um mundo de diferentes versões do mesmo arquivo, sem saber quem fez qual alteração e onde está aquela informação que desapareceu?

Acompanhe o episódio desta semana do Apps Show Brasil. André e Pryscilla falam sobre como melhor gerenciar seus arquivos no Google Drive e utilizar o histórico de versões.

 

Publicado em: https://www.youtube.com/watch?v=FTP0ypX-ZZM&index=1&list=PLcrJhItWaGAPEoHm-QWSOk5JVk32h3_9G